quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Love changes people - Quase. / Capítulo 4.

" Sonhar em voz alta "

Virei meu rosto e ele parou de me beijar.

Jason: Oque foi ?
Caitlin: Eu não sei se quero faze isso agora.
Jason: Não tem que ter medo.
Caitlin: Jason... eu ainda sou virgem.
Jason: Não tem que se preocupar com isso. - ele começou a me beijar de novo. Certo, eu gosto dele, eu confio nele, mas sei lá, eu tenho um tipo de medo. Ele veio mais pra cima de mim e segurou meus braços, o beijo foi ficando mais intenso e senti a sua lingua pedir passagem, eu cedi. Peguei minha mão e passei em sua cabelo deixando ele um pouco bagunçado, ele solto uma mão do meu braço e começou a passar na minha p erna, desceu seu labio para o meu pescoço novamente e o mordeu, em seguida deu um chupão no lugar em que mordeu, eu soltei um gemido e ele sorriu maliciosamente. Ele voltou a me beijar e passou a mão no meu short, na parte onde ficar a minha " amiga " e eu fechei as pernas, ele falou " Deixa eu ver amor " eu fechei mais um pouco prendendo a mão dele, de algum jeito ele conseguiu abrir a minha perna e começou a passar a mão. Eu gemi baixo e alguem bateu na porta  ( estavamos no sofá ) ele fez uma cara de raiva e eu me levantei, ele ficou sentado e jogou o cabelo o ajeitando ( cortei o clima de vocês, MUAHAHA ) Eu fui até a porta e a abri.

Xxx: Caitlin ?
Caitlin: Pai ? - eu disse assustada.
Pai: Onde está a sua mãe ? - ele disse entrando sem ao menos eu chamar para entrar.
Caitlin: Ela tá viajando, oque você tá fazendo aqui ? - eu disse andando atrás dele.
Pai: Quem é esse garoto ? - ele apontou pro Jason e chegou perto do sofá, o Jason se levantou e olhou pra trás. Eu cheguei perto do Jason e agarrei seu braço.
Caitlin: È o Jason, meu... meu - eu olhei pro Jason.
Jason: Namorado, sou o namorado da Caitlin. ( Namorado ? (: )
Pai: Trate de ir para casa mocinho, eu vou conversar sério com ela.
Caitlin: Não, - eu olhei para o Jason - fica Jason, por favor.
Pai: Nada disso, vai pra casa garoto.
Jason: Não vou, ela pediu pra eu ficar, eu vou ficar. - o meu pai chegou perto do Jason e gritou pra ele ir embora, eu olhei para o Jason e fiz um sinal pra ele ir. " Tem certeza ? " ele disse soltando meu braço, eu fiz que sim com a cabeça, ele foi até a porta e saiu.

Caitlin: Feliz ?
Pai: Calada ! - ele disse gritando comigo.
Caitlin: Como é que é ? Tá gritando comigo por que ? Acha que é quem ?
Pai: Já mandei ficar calada. - ele deu uma tapa no meu rosto.
Caitlin: Não toca em mim, seu idiota ! Você não é mais meu pai desde do momento que saiu daquela porta quando eu era pequena, não tem mais nenhum direito sobre mim. - eu empurrei ele.
Pai: Eu mandei ficar calada. - ele segurou meu braço forte e me jogou no chão. Bati a minha cabeça com força, e ele tirou o sinto que estava usando.
Caitlin: Você não vai me bater. - eu disse rastejando pra trás. Não adiantou nada, ele bateu primeiro em minha perna, e depois no meu braço, uma lagrima escoreu pelo me olho e ele me puxou do chão pelo braço e me virou, bateu nas minhas costas, eu não aguentei e cai no chão, ele bateu nela novamente, eu me virei e chorei, gritava pra ele parar, mas não me ouvia, eu tentei ficar de pé so que ele bateu nas minhas pernas, fiquei com as marcas nas minhas pernas, nos braços, na coxa, e nas costas. Ele saiu da sala e eu tentei ficar de pé, subi a escada me arrastando e fui pro meu quarto, tranquei a porta e me deitei na cama, chorei no silêncio até cair no sono.

- Jason ON -

O pai da Caitlin apareceu, achei que ele estivesse morto ou coisa do tipo, não confio nele, ele não parecia bem, so sai de lá por que a Caitlin disse para eu ir embora, espero que ela esteja bem, se ele tiver tocado nela, eu mato ele. Fui para casa, não liguei pra mais nada, apenas subi pro meu quarto e me deitei na e pensei em ligar para ela, acabei não ligando, fui dormir. Acordei era 05:46, fiquei mais um pouco na cama e depois de uns 4 minutos me levantei, tomei um banho
 Peguei a chave do carro e desci, não vou comer nada. Sai de casa e entrei no carro, dirige até a escola e sai do carro, entrei na escola e fui pra sala, a Katherine estava lá sentada conversando com umas garotas que vivem do lado dela, me sentei na cadeira, e fiquei mexendo no celular, então a Caitlin entra na sala.


Ela não olhou para ninguém, colocou seu capuz e se sentei na cadeira, oque ela tem ? Não está fazendo frio pra vir com um casaco desse tamanho e ela veio de calça. Tem alguma coisa errada. Eu ia falar com ela so que o professor entrou na sala, ela ficou o tempo todo de cabeça abaixada e fazendo as suas anotações, eu fiquei olhando para ela, então a caneta dela caiu no chão, ela esticou o braço para pegar e a manga subiu pouco até o ponto de eu ver uma marca de sinto, ela olhou pra mim e puxou a manga do casaco, se levantou e pediu para ir no banheiro, eu não pensei duas vezes e fui até o professor pedir pra ir ao banheiro.


Professor: Jason McCann pedindo para ir ao banheiro ?
Jason: Da pra dizer sim logo de uma vez ? - eu disse encarando ele.
Professor: Claro, pode ir. Sai da sala e a procurei pelo corredor, nada, desci a escada e fui no corredor dos banheiros, nada também, fui lá atrás e lá estava ela sentando com as pernas encolhidas e a cabeça pra baixo, cheguei perto dela e me abaixei em sua frente.


Jason: Caitlin, tá tudo bem ?
Caitlin: Vai embora. - ela disse soluçando.
Jason: Não vou, levanta a cabeça.
Caitlin: Não, Jason, me deixa aqui.
Jason: Me diz oque aconteceu.
Caitlin: Não aconteceu nada, eu estou bem.
Jason: Não, vc não tá bem.
Caitlin: Tà, se quer saber. - ela se levantou e me puxou pelo braço, entramos no armario do zelador e ela ficou de frente pra mim, abaixou o capuz e abriu o ziper do casaco, tirou ele e jogou no chão, se virou de costas e tirou a blusa. Eu vi todas as marcas de sinto, estavam roxas, vi a dos braços e ela colocou a blusa de volta.
Jason: Quem foi ? - eu disse sem paciência, quase explodindo de raiva.
Caitlin: Não vou dizer.
Jason: Quem foi, Caitlin ?
Caitlin: ...
Jason: Porra, Caitlin, me diz que foi o idiota, desgraçado que fez isso em você ! - eu dei um soco na parede e disse gritando num tom que ela se assutou.
Caitlin: Foi o meu pai.. - ela disse baixo e chorando. Eu cheguei perto dela e a abraçei. - Por favor, Jason, não faça nada.
Jason: Não vou deixar isso passar, ela bateu na minha garota. - eu a abraçei mais forte.
Caitlin: Você pode se machucar, Jason.
Jason: Já disse que não vou me machucar, vou resolver isso. Eu disse pegando na mão dela e voltando para sala com ela, entramos na sala, todos nos olhavam, não dei a minima, sentamos na cadeiras e ela ficou calada. Como ele pode bater nela ? Ele é doente ? Ah, mais isso não vai ficar assim, ele vai pagar, ninguém, eu repito, ninguém, bate na minha garota !

4 comentários:

  1. Amei o: contiua !

    ResponderExcluir
  2. QUE PAI DESGRAÇADO O.O OMG OMG OMG OMG OMG TOMARA QUE O JASON MATE ESSE FDP TAMBÉM , ui KDHKÇLGHLSHN~

    Coontinua , adorei ,amei , ta linda PERFEITA!

    Beijooos' @pipocadobiebs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA' obrigada 100 vezes obrigada :D

      Excluir